julho, 2003


Pesquisa: Maioria dos israelenses e palestinos querem paz agora

As pesquisas de opinião mostram que a maioria dos palestinos e israelenses apóiam o novo processo de paz. A questão é se as lideranças eleitas por ambos os povos terão a força e a vontade política de impor os anseios da população às minorias radicais de ambos os lados.... (Continuar lendo)

Tags:

O silencioso trabalho pela paz

O silencioso trabalho pela paz

Iniciativas de paz são coisas das quais se fala pouco. De maneira geral, conflito fala mais alto que consenso, guerra fala mais alto do que paz...... (Continuar lendo)

Givat Haviva – onde duas estradas se encontram

O Centro Judeu-Árabe de Educação para Paz de Givat Haviva, Israel, foi premiado com o Prêmio de Educação pela Paz da UNESCO, “em reconhecimento aos grandes esforços na área de educação pela paz, promoção da paz e não-violência e em apreciação ao trabalho em prol da resolução de conflitos através do diálogo”...... (Continuar lendo)

Todo muro tem dois lados

Para que as barreiras caiam, na nossa situação onde os loucos dos dois lados querem o bolo inteiro, é preciso primeiro que sejam erguidas, para concretizar que o país tem que ser dividido entre dois donos...... (Continuar lendo)

Tags:     

O direito de retorno a nós mesmos

Melhor do que sermos empurrados para fora dos territórios, devemos nos dirigir para dentro, de volta para nós mesmos, para o Estado de Israel, delineado por fronteiras claras e uma identidade clara, construindo nossa singular cultura. ... (Continuar lendo)

Dahlan: israelenses e palestinos podem viver juntos em paz

O ministro palestino encarregado da segurança, Mohamed Dahlan, disse no canal 1 da TV israelense que " palestinos e israelenses podemos viver em paz um ao lado do outro... e que faremos tudo que esteja em nossas mãos para convencer a população israelense de que podemos viver em paz" ... (Continuar lendo)

Tags:         

Árabes e israelenses arrastam seus líderes para trégua

Jamais uma janela de oportunidade foi tão submetida a tanto desdém oficial, ceticismo e explícita desconfiança. Linhas-duras influentes nos dois lados têm trabalhado horas extras para sabotar uma hudna, ou trégua temporária, na sangria da Terra Santa...... (Continuar lendo)

Tags:             

Cercando as vidas em suas próprias terras

"Alguém que o força a comer algo amargo não é o mesmo que alguém que o força a comer algo ainda mais amargo” ( Mohammed Jeradat - Abu Farouk - chefe do Conselho Local de Zabuba, no distrito de Jenin )... (Continuar lendo)

Tags:     

A democracia dignificada

“ Não há direito irrestrito no estado democrático de direito. Não há liberdade para propagar preconceito racial ou para atingir a dignidade, de indivíduos ou grupos sociais, culturais, políticos ou religiosos. A opinião e a informação são circunstanciados por esses valores universais, conquistados pela humanidade ao longo dos séculos e sem os quais não há civilização.“... (Continuar lendo)

Tags: