Posições do PAZ AGORA – Rabin, Paris, ISIS, Terror, Ocupação, UE, BDS …

APÓIE   ISRAEL

NÃO AO TERROR – NÃO À OCUPAÇÃO

 PAZ    AGORA


À luz dos ataques terroristas em Paris,
a direita israelense deve
parar de comparar o ISIS aos palestinos


Palestinos não são ISIS

 Clique AQUI para ler (em inglês) o artigo do secretário-geral do PAZ AGORA, 

 

A direita israelense tem usado os atentados em Paris para comparar os palestinos ao ISIS, e incitar o ódio aos árabes.

Todas as formas de terrorismo são condenáveis.

Os atentados de Paris não podem justificar a política do governo israelense de aprofundar a repressão ao povo palestino como um todo.



Assista aos pontos altos da nossa
manifestação em Tel Aviv


(legendas em inglês)

Assista à manifestação de 100.000 pessoas em memória de Yitzhak Rabin

Manifestação de 100.000 pessoas em memória a Yitzhak Rabin, contra o terrorismo e pela PAZ AGORA . ASSISTA a trechos dos discursos de Yariv Oppenheimer  (SHALOM, ACHSHAV) a deputada Stav Shaffir (Avodá) e da presidente do Meretz, Zehava Galon, entre outros.

Rabin entendeu: 2 Estados para 2 Povos

PAZ AGORA ” 

“ Não desistiremos.  Continuaremos trabalhando para implementar a visão da paz  de Rabin ”


Nossa posição face às regras de
rotulagem da União Européia


  • O PAZ AGORA vê as regras para rotulagem de produtos de assentamentos, implementadas pela União Européia, como uma forma de se opor à ocupação e, assim, apoiar Israel.
  • O PAZ AGORA sempre considerou o empreendimento de assentamento como o principal obstáculo a uma solução pacífica de 2 Estados. Assim como os próprios colonos, vê as fábricas e instituições econômicas israelenses na Cisjordânia como uma postura política.
  • Um sistema mais acurado de rotulagem (lembre-se que Israel jamais anexou a Cisjordânia, e nenhum país reconhece seu domínio sobre os territórios conquistados em 1967) dará opção para que os residentes europeus façam suas compras em conformidade com suas considerações ideológica.
  • Além disto, o sistema poderá neutralizar os esforços de boicotar Israel como um todo, como defendido pelo movimento BDS.
  • Finalmente, enquanto não existirem negociações que possam levar a uma solução de 2 Estados, medidas para diferenciar entre o Estado de Israel e a Cisjordânia são importantes para preservar uma futura solução pacífica do conflito, com a coexistência de 2 Estados independentes e soberanos –  Israel e Palestina.

Deu no New York Times

Quando você compra azeite dos territórios, está diminuindo as chances de Israel viver em paz!
Quando você compra azeite dos territórios ocupados, está diminuindo as chances de Israel viver em paz!

Yariv Oppenheimer, secretário geral do movimento israelense PAZ AGORA, declarou que se alguém igualar as regras de rotulagem da UE a um boicote – a que ele se opõe –  está “confuso”.

A decisão da União Européia pode fortalecer Israel, porque reconhece que existe uma diferenciação.

“O que é produzido em Israel é legítimo –  compre o produto, invista em Israel e fortaleça as relações com o país.”

“É  direito de qualquer pessoa, em qualquer país, decidir se quer fazer parte do que se está fazendo nos territórios ocupados”.

 

Clique AQUI para conhecer (em inglês) no New York Times esta e outras posições sobre o assunto. 

PAZ AGORA
PAZ AGORA
Espalhe a mensagem de Paz:

Comentários estão fechados